terça-feira, 29 de agosto de 2006

O Que Não se Discute...

Gosto, futebol, política e religião. Foi isso que me disseram hoje quando tentava conversar com um colega sobre Deus. É inútil discutir essas coisas, pois cada um tem sua opinião e ninguém está certo, diziam.

Como assim? Concordo que pra algumas coisas não existem verdades absolutas e que existe espaço para discussão (antes que vocês acendam as fogueiras para me queimarem por heresia, deixem-me explicar). Não existe verdade absoluta pra decidirmos se manga é melhor que maçã, se o titular da seleção brasileira devia ser o Robinho ou o Ronaldo, ou se o candidato à presidência Cristovam seria um melhor presidente do que Lula. Portanto, existe uma esféra de assuntos onde não é possível definir claramente o CERTO e o ERRADO.

Infelizmente essa esféra tem se expandido de tal forma que até a MORALIDADE tem sido englobada pelo relativismo. E é por isso que RELIGIÃO não se discute. Não se pode lidar com "verdades" pois elas são relativas, não é possível falar sobre "absolutos" pois eles não existem. Hoje em dia está mais difícil pro povo saber quando bater o pé e dizer, "ISSO É O CERTO!" ou "A VERDADE É ESTA!" Conseqüentemente, não se pode dizer que existe uma verdade sobre Deus, uma verdade sobre como ter um relacionamento com Ele, ou uma verdade absoluta de COMO chegar até Ele.

Por isso que fui tão criticado hoje. As pessoas estranharam que eu tinha absolutos, que eu pregava verdade absoluta e que tinha certeza do meu Deus. Isso bate tão de frente com aquilo normalmente apresentado que decidiram então encerrar a discussão por aí. "Você é muito cabeça dura," ou "quem é você pra dizer que está certo e eu errado?"

O que nós cristãos fazemos então? Bom, aqui vão algumas sugestões:
1) Devemos mostrar que ser relativista é ilógico.
2) Devemos puxar a discussão para a Bíblia, buscando demonstrar como ela é a palavra de Deus.
3) Devemos mostrar que a Bíblia prega um Deus absoluto, com verdades absolutas.
4) MARRETAR o evangelho neles explicitamente. O pecado existe, é realidade da vida de todos, condena a todos para punição eterna e só pelo sacrifício de Cristo é possível escapar dessa punição.
5) Finalmente, orar (e muito) pelos perdidos com quem estamos discutindo. O raciocínio lógico nunca levou ninguém a salvação, só a atuação do Espirito Santo fez/faz isso. Se Ele estiver ausente da parada toda a discussão é fútil e semente nenhuma brotará no coração dos perdidos.

Sucumbir ao relativismo e não confrontá-lo é afronta direta à essência de Deus e suas verdades.

6 Comments:

Blogger André Scordamaglio said...

Meu queridíssimo amigo Portela,

Deus existe MESMO. Você postou.

Sobre o post: Numa programação de Evanglização com uns amigos pastores (Heber Jr., Charles e o Jorjão) meu amigo André Luis confrontou junto com o Charles um camarada que fazia Psicologia na facul. Então o André começou a explanar a palavra de Deus como verdade absoluta, quando o camarada parou e disse: "Não existe verdade absoluta!!!".

O André, que de bobo não tem nada, foi saindo (não andando, pois ele usa muletas) em direção à casa do indivíduo, quando ele o parou e perguntou: "Ei, aonde você vai?!". O Andrezão com toda "malícia santa" respondeu: "To indo pegar sua TV. Se não existe verdade absoluta, para mim roubar não fere um critério meu, e não impota qual é o seu, pois cada um vive com sua verdade".

Acho que o universiotário poderia ter dormido sem essa... :-)

Abração pangaré, e atualiza CONSTANTEMENTE...

quarta-feira, agosto 30, 2006 11:44:00 AM  
Blogger Daniel Portela said...

Quando alguém diz que não existe verdade absoluta, está criando uma verdade absoluta e portanto mostrando que sua teoria é falsa.

Essa já está velha, mas mesmo assim, muita gente ainda não pensou nisso.

Valeu pelo comentário.

Abraço,

Daniel

quarta-feira, agosto 30, 2006 11:49:00 AM  
Blogger di said...

Partilho da tua opinião Daniel...
Jesus disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:6)
Logo, estamos perante uma verdade absoluta, pois na palavra de Deus tudo é absoluto e irrefutável.
Não pregamos religião, mas um Deus vido, verdadeiro e absoluto.

quarta-feira, agosto 30, 2006 12:29:00 PM  
Anonymous Juan de Paula said...

Daniel,

aquilo que chamam de pós-modernidade lançou por terra todo absolutismo.

Não há uma busca pela verdade e sim o que nos faz sentir bem.

Que Deus te abençoe e te use nessa empreitada de falar de Jesus aos seus próximos,

Juan

segunda-feira, setembro 11, 2006 2:27:00 PM  
Blogger Demétrius said...

>>Prezado Daniel

Meu nome é Demétrius Neves, caso vc conheça, sou filho do Rev.Cleómines da IPB, li este texto que vc postou, achei excelente e bem contemporaneo, neste mundo de relativismo a unica verdade é aquela que cada um faz para si mesmo, o que na realidade não passa de uma mentira "aprazivel"(vamos justificar todos os nossos erros!) é o que a sociedade (Sem Cristo) almeja, enquanto a soceidade não considerar a unica Verdade(Cristo), seremos sempre incompreendidos, mas graças a Deus por isso, pois "a loucura de Deus é mais sabia que a sabedoria humana" e isso refuta a palavra de Cristo ninguém pode vir a Deus(verdade) se Eu não o revelar...disse Jesus: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:6)

Obs: tomei a liberdade de postar este texto em duas comunidades minha no orkut, blz,abrç, Deus te abençõe!

Atenciosamente,
Demétrius Neves.

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=785502&tid=2529935103298510791&start=1

sábado, maio 12, 2007 1:03:00 PM  
Blogger Daniel Portela said...

Prezado Demétrius,

Obrigado pelo comentário. É bom ver que ainda existem pessoas passando pelo blog mesmo estando desatualizado faz algum tempo :-).

Fique a vontade para postar os textos onde quiser.

Um grande abraço,

Daniel Portela

domingo, maio 13, 2007 6:56:00 PM  

Postar um comentário

<< Home